Logo IEADCEMAR

Estudo 1 da Série de Estudos : Receba o Socorro que vem de Deus

Robson Brito

Introdução

Falaremos sobre as intervenções de Deus em nossa vida visando nos ajudar, prestar-nos auxílio e apoiando-nos em nossas carências.
Mas o que tem haver o caráter de Deus com o nosso socorro?

I. O SENHOR NOS SOCORRE PORQUE ELE É AMOR,
1. O amor de Deus que socorre o homem tem como base a graça d'Ele.

a) O que é Graça?
É o dom gratuito e sobrenatural dado por Deus para conceder à humanidade todos os bens necessários à sua existência e à sua salvação.
Noé, porém, achou graça aos olhos do Senhor. (Gênesis 6:8 ARC)
Mas cremos que seremos salvos pela graça do Senhor Jesus Cristo, como eles também. (Atos 15:11 ARC)
Mas pela graça de Deus sou o que sou, e a graça que ele me deu não ficou sem resultados. Pelo contrário, eu tenho trabalhado muito mais do que todos os outros apóstolos. No entanto não sou eu quem tem feito isso, e sim a graça de Deus que está comigo. (1 Coríntios 15:10 NTLH)
Que diremos, pois? Permaneceremos no pecado, para que a graça seja mais abundante?  De modo nenhum! Nós que estamos mortos para o pecado, como viveremos ainda nele? (Romanos 6:1, 2 ARC)

b) Por isso, Deus socorre até quem não lhe é fiel.
Isto ocorre porque Deus não nos dispensa   sua graça por alguma obra que venhamos a lhe fazer (Rm 11.6). Por isso, embora o general Naamã comandasse o exército sírio, inimigo visceral de Israel, Deus lhe socorreu dando vitória ao povo dele (2 Re 5.1). Outro exemplo de que o Senhor socorre pela sua graça até quem não lhe é fiel é o fato de o Senhor chamar os etíopes de filhos; haver libertado não somente Israel do Egito, mas também os filisteus, de Caftor;  e livrado os siros de Quir. (Am 9.7). A graça é universal (ou seja, para toda a humanidade), mas que pode ser recusada livremente pelo Homem.

c) Por isso, Deus tem prazer em socorrer os que O servem.

3. O amor de Deus é manifesto em sua identificação e misericórdia para conosco.

4. O amor de Deus tem dupla face: Graça e Misericórdia.

II. O SENHOR NOS SOCORRE PORQUE É FIEL E VERDADEIRO
1. Deus é inalteravelmente Fiel. Por isso, podemos esperar o seu socorro. Ainda que nós venhamos a falhar com Deus, Ele permanece fiel (1Tm 2.13)

2. Deus é confiavelmente Fiel. Há inúmeras promessas de livramento e proteção para nós e o caráter do Senhor nos leva a confiar em suas promessas e em seu socorro, quando necessitarmos ( 1Ts 5. 24b). A forma com a qual Deus tratou seus servos que erraram, por exemplo:
a)      Abrão mentiu dizendo que sua mulher era sua irmã (Gn 12. 13); mas, Deus livrou a família de Abraão de forma fortíssima (Gn 12.17-20).
b)      Davi adulterou com Bate-Seba (2 Sm 11.1-5) e provocou vergonhosamente a morte do marido dela (2 Sm 11.15); mas, depois de sua confissão ainda que forçada (2 Sm 12.13a), Jeová não permitiu que o pecado de Davi o matasse (2 Sm 12.13b).
c)      Jonas fugiu da presença do SENHOR para não ir a Társis (Jn 1.3), quando lá foi, pregou de má vontade; todavia, mesmo assim o Senhor o usou (Jn 3.10); e com paciência o adverte, questionando-o sobre sua própria compaixão (Jn 3.9-11).
d)      Judas, Pedro e os demais discípulos prometeram lealdade a Jesus até a morte (Mt 26.35), mas abandonaram, traíram e negaram Jesus, no momento que do seu lado humano, Ele mais precisava deles. Todavia, a maneira com que Jesus tratou seus discípulos, especialmente Pedro; e até mesmo as tentativas para que Judas se arrependesse, tais como: honrá-lo dando o pedaço de pão com molho (Jo 13.26), lavar os seus pés, chamá-lo de "amigo" (Mt 26.50) e aceitar o seu beijo (Mc 14.45). Todas estas ações de Jesus provam de que Ele permanece leal.

III. O SENHOR NOS SOCORRE PORQUE A SUA BENIGNIDADE PRODUZ ATOS DE BONDADE PARA CONOSCO
1. O Senhor é bom porque é benigno.
Podemos confiar no Senhor (Sl 13.5).

2. Senhor nos acode com o suprimento de nossas necessidades.
Ele provê, por sua benignidade, todas as nossas necessidades, quer materiais (a chuva e as colheitas, At 14.17), quer espirituais (a alegria, At 14.17; a sabedoria, Tg 1.5), quer relacionais (ganhar a simpatia dos outros, Gn 39.21), e, especialmente seus livramentos (Sl 68.20).

3. O Senhor tem mostrado o seu amor para conosco atrave´s dos seus conti´nuos atos de bondade. 
Constantemente ele estende as sua ma~os para nos ajudar e para nos dar livramento, os seus ouvidos esta~o sempre prontos para nos ouvir; ale´m de na~o nos tratar segundo os nossos erros, mas sempre com brandura e miserico´rdia. Jesus, como Filho de Deus, andou em bondade para com os homens em todo momento de sua vida. Va´rios versi´culos no livro de Salmos falam sobre a “bondade de Deus”, vejamos: Salmos 25:8; 34.8; 100.5 e 145.9.

Conclusão
Portanto, a bondade de Deus resume o caráter de seu grande amor, de sua infinita graça e de sua incomensurável compaixão e paciência em relação ao pecador. Se não fosse pela aplicabilidade deste importante atributo de Deus, o mundo já não existiria mais. Se não fosse pela bondade de Deus, a vida seria impossível de ser vivida.

Devemos orar pedindo que nos livre do mal (Mt 6.13a). Devemos não banalizar a graça e a fidelidade e consequentemente os seus livramento. Devemos ter uma atitude de gratidão, de louvor e adoração para com Aquele que nos socorre. Além disso, como filhos de Deus, participantes da natureza divina (2 Pe 1.4), devemos procurar ajuda àqueles que carecem de socorro.

Estudo 2 da Série de Estudos: Receba o...

Deus nos socorre com o seu poder (Ap...

Deus pode fazer qualquer coisa que Lhe agrada, mas as Suas ações estarão sempre de acordo com o resto de Seu caráter. E algo que sempre Lhe dará prazer é socorrer seus servos que...

SÉRIE: Sendo Amados para Amar

Você é amado porque Deus é Amor

Faça o download do arquivo em PDF.IntroduçãoA) O amor é tido como o atributo mais central de Deus, mas isto é um equívoco ante os outros aspectos das demais perfeições de Deus...

Quero ver todos os Estudos